terça-feira, 28 de setembro de 2010

Arsenal e Chelsea seguem sobrando na Liga dos Campeões


Nesta terça-feira, pela abertura da 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, duas equipes ingleses entraram em campo e venceram sem maiores problemas.

A tarefa mais simples foi a do Chelsea, que definiu sua vitória em 28 minutos sobre o Olympique de Marseille, no Stamford Bridge, pelo Grupo F.

Carlo Ancelotti, sabedor de que o Chelsea será primeiro do grupo, se deu ao luxo de escalar Yuri Zhirkov, no meio campo pela esquerda, e Gaël Kakuta, como atacante pela direita num 4-3-3. A linha de frente, diga-se, foi toda francesa: Kakuta, Anelka e Malouda.

John Terry abriu o placar aos 7 minutos, desviando escanteio cobrado por Kakuta. Aos 28 minutos, Michael Essien fez o cruzamento e a bola desviou na mão do zagueiro Stéphane Mbia, e o árbitro Frank de Bleeckere assinalou pênalti, que Anelka converteu, dando números finais ao confronto.

Com 6 pontos, os Blues agora fazem dois duelos contra o Spartak Moscou, que também tem 100% de aproveitamento. A primeira partida, dia 19/10, aconteceu em Moscou, enquanto a volta é no dia 03/11.

- Partizan 1 x 3 Arsenal

A tarefa do Arsenal não foi fácil, mas a vitória acabou vindo sem maiores sustos por circunstâncias da partida.

Com muitas desfalques (pra variar), Arsène Wenger jogou no 4-2-3-1, com Jack Wilshere, costumeiro volante, jogando no papel de armador, na função que geralmente é o lesionado Cesc Fabregas quem faz.

E foi do jovem meia que surgiu o primeiro gol, aos 15 minutos, com passe de calcanhar para Andrei Arshavin abrir o placar.

O excelente atacante brasileiro Cléo, que nas fases eliminatórias marcou 8 gols, empatou o jogo para o Partizan, cobrando pênalti em que Denílson colocou a mão na bola, aos 33 minutos.

O lance que mudou a partida veio aos 11 minutos da etapa final, com o defensor Marko Jovanovic fazendo pênalti em Marouane Chamakh e sendo expulso. Na cobrança, Vladimir Stojkovic pegou a cobrança de Arshavin.

Já superou na partida, com um homem a mais os Gunners tiveram domínio ainda maior, e ampliaram com Chamakh, aos 26, e Sebastien Squillaci, aos 37 minutos, ambos de cabeça. Ainda deu tempo de Lukasz Fabianski, de estranha boa partida, defender cobrança de pênalti de Cléo.

A situação do Grupo H é idêntica ao grupo do Chelsea: Arsenal e Shakhtar Donetsk com 6 pontos e se enfrentam duas vezes agora: dia 19/10 em Londres e dia 03/11 em Donetsk.

Quarta-feira é a vez dos outros ingleses entraram em campo. O Manchester United entra ligeiramente pressionado diante do Valencia, no Mestalla, após empatar em casa com o Rangers na estreia. Já o Tottenham, após bom empate em Bremen, recebe o Twente.

Um comentário:

Fluzão Eterno disse...

Criei um blog sobre meu time de coração que é Fluminense e gostaria de perguntar
se você poderia me ajudar fazendo uma parceria de link comigo,desde já muito
obrigado e parabéns pelo seu blog:
http://fluzaoeterno.blogspot.com/

Fluzão Eterno