domingo, 10 de janeiro de 2010

Arsenal e Manchester Utd empatam; Chelsea agradece

Nos dois únicos jogos deste final de semana que não foram adiados por conta da fortíssima neve que cai na Inglaterra, Manchester United e Arsenal viram suas chances de encostar no líder Chelsea irem embora em dois empates.

Jogando fora de casa e contra um Birmingham invicto há 11 partidas, o Manchester pressionou de maneira incessante durante todo o primeiro tempo, até que o gol saiu... Mas foi do Birmingham: aos 39 minutos, em sua primeira investida ao ataque dos Devils, McFadden cobrou escanteio, a zaga não conseguiu cortar e Cameron Jerome abriu o placar para os Blues, resultado do primeiro tempo.



No segundo tempo o Birmingham voltou disposto a não tomar o mesmo sufoco da primeira etapa, e conseguiu fazer isso com relativa facilidade, parecendo mais perto do segundo gol do que o adversário do empate. Mas veio a igualdade: em jogada confusa, Evra chutou cruzado, o zagueiro Dann tentou cortar e acabou marcando contra. O auxiliar chegou a invalidar o lance, mas o árbitro Mark Clattenburg confirmou o gol.

Com o empate, o Manchester United corre o risco de ver o Chelsea abrir quatro pontos de vantagem, por ter um jogo a menos (a partida diante do Hull City, fora, foi adiada). Já o Birmingham, que já havia igualado o recorde de invencibilidade de sua história, chegou ao décimo segundo jogo sem derrota, superando o recorde anterior da temporada 1907/08.


Gol no fim garante um ponto ao Arsenal diante do Everton

Buscando assumir a vice-liderança, o Arsenal recebeu o Everton num Emirates Stadium debaixo de muita neve, e não passou de um empate por 2 x 2. E quem saiu na frente foram os visitantes: logo aos 12 minutos, Leon Osman, de cabeça, após escanteio batido pelo estreante Landon Donovan, cabeceou no canto direito de Almunia; Denílson ainda tentou cortar, mas a bola entrou.

Aos 27 minutos, um curioso empate: foi a vez do meia Denílson chutar e a bola desviar em Osman, matando o goleiro Howard. 1 x 1 foi o placar da primeira etapa.

No segundo tempo, o Arsenal não conseguia impor seu tradicional toque de bola, com os jogadores, em várias ocasiões, parecendo desligados da partida. Numa dessas tentativas de atacar de qualquer jeito, o Everton encaixou um contra-ataque fulminante: Cahill dominou e lançou o sul-africano Pienaar, de trás do meio campo, caminhar sozinho até a meta de Almunia e, num toque genial, encobrir o goleiro espanhol.



O time de Liverpool ainda perdeu algumas chances de encaixar um novo contra-ataque, e viu isso se tornar decisivo aos 47 minutos, quando o suplente Rosicky, que havia entrado no lugar de Ramsey, empatou a partida, após passe de Diaby e desvio do zagueiro australiano Lucas Neill, novamente matando Howard.

Com o mesmo número de jogos realizados que o Chelsea, o Arsenal se vê agora três pontos atrás do rival londrino. Já o Everton, em franca recuperação e invicto há quatro jogos na Premier League, ocupa a décima segunda posição.

Não havendo um novo adiamento, a rodada se completa na segunda-feira, com Manchester City x Blackburn.


Veja também:
- Fichas das partidas

5 comentários:

Igor Veiga disse...

Everton fez uma boa partida, mas essa mania de tomar gols nos últimos minutos ainda nos persegue.
Boa estreia do Donavan, também.

Lucas de Oliveira disse...

Não pude ver os jogos, so os gols, foi um belo resultado para os times que estao mais embaixo, Tottenham, aston villa. E claro para o Chelsea. Manchester United e Arsenal perderam a chance de encostar.

Blu disse...

Incrível como mais uma vez dá tudo certo pro Chelsea. Ninguém parece querer ganhar esse campeonato... não é possível!

Eduardo Junior disse...

Essa foi a famoa rodada queijo suíço, cheia de buracos

Blog do site: Futebol no Mundo disse...

ei pessoal do Pub. muito legal o blog, vc´s poderiam colocar o meu Blog como Parceiro do de vc´s? o de vc´s já estar como parceiro do meu.

bom o meu é esse: http://futebolnomundo022.blogspot.com/