segunda-feira, 22 de março de 2010

Análise de Manchester United 2 x 1 Liverpool


De virada, no Old Trafford, o Manchester United conquistou três pontos preciosíssimos em cima do Liverpool e assim, assumiu a liderança do Campeonato Inglês. O primeiro gol do jogo foi marcado por Fernando torres, logo aos 4 minutos do primeiro tempo. Mas Rooney, aos 11, e Park, aos 11 da segunda etapa, aplicou o vira-vira dos Diabos Vermelhos.

Taticamente, as duas equipes eram iguais. Ambas jogaram no 4-2-3-1, com ênfase nas jogadas de seus respectivos pontas. Valencia e Nani, pelo Manchester, e, Maxi Rodriguez e Kuyt, pelo Liverpool.

A proposta de jogo de Alex Ferguson para os Reds Devils era a habitual jogada pelas pontas, mas com a aproximação tradicional dos volantes, Carrick, na direita, e Fletcher, na esquerda. Já Rafa Benitez, por jogar fora de casa e por ter uma equipe tecnicamente inferior que seu adversário, buscou anular os ponteiros do Manchester e fazer uma forte marcação principalmente no meio de campo.

No primeiro tempo, mesmo com pleno domínio, o Manchester não conseguia chegar ao gol defendido por Reina, pois a marcação do Liverpool no meio de campo era precisa e eficiente. As chances criadas foram poucas, fruto das boas marcações das duas equipes.

Já na segunda etapa, o jogo ficou um pouco mais aberto. Os Diabos Vermelhos, precisando do resultado, passaram a pressionar mais o Liverpool, que ficava limitado à descida de Kuyt pela direita e só. Além disso, Carrick e Fletcher inverteram suas posições em campo e Valencia, na direita, começaram a se tornar mais participativos. Com isso, o jogo do Manchester United passou a fluir e a equipe, com méritos, obteve a vitória.


Ficha da partida:

Man Utd: Van der Sar; Gary Neville, Ferdinand, Vidic e Evra; Carrick, Fletcher, Park(Scholes), Valencia e Nani(Giggs); Rooney.
Téc.: Alex Ferguson.

Liverpool: Reina; Glen Johnson, Carragher, Agger e Insúa; Mascherano e Lucas(Benayoun); Kuyt(Aquilani), Gerrard e Maxi Rodríguez(Babel); Fernando Torres.
Téc.: Rafa Benítez.

Um comentário:

carol sakurá disse...

Vá lá no Poete e indique alguém ao paredão da Rouge!
Beijos!