quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

O que os times devem buscar no mercado de janeiro?



A tão especulada janela de transferências do mês de janeiro chegou. Os times europeus terão até o dia 1 de fevereiro - dia 31/01 é um domingo - para reforçarem seus elencos. A janela de meio de temporada costuma ser para reforços pontuais, muitas delas provocadas por sucessivas lesões de seus jogadores, como no evidente caso do Arsenal e sua falta de centroavantes. Com base em opiniões e especulações, faremos uma análise do que cada um dos vinte times mais precisam buscar nessa janela.


Arsenal - 3º colocado


O que precisa:

Com extrema urgência de um centroavante para substituir Van Persie. Eduardo da Silva pode, vez ou outra, apresentar um bom papel centralizado no ataque, mas não é um jogador de presença física, mas sim de movimentação, de buscar espaços.

Se sobrar dinheiro...
Um zagueiro. A dupla Gallas e Vermaelen vem em grande forma, mas um que se ausente e as opções passam a ser os nada confiáveis Silvestre, Senderos e Djourou.

Nomes especulados:
Edin Dzeko (Wolfsburg-ALE), Marouane Chamakh (Bordeaux-FRA), Carlton Cole (West Ham), Patrick Vieira (Inter de Milão-ITA).


Aston Villa - 6º colocado

O que precisa:

Um centroavante mais confiável que Heskey e Carew, que na temporada fizeram, respectivamente, três e cinco gols, números péssimos para dois centroavantes.

Se sobrar dinheiro...
Um zagueiro. Apesar de fazer boa temporada, a dupla Cuellar-Dunne não é garantia de segurança.

Nomes especulados:
Kenwyne Jones (Sunderland) e David Bentley (Tottenham).


Birmingham - 8º colocado

O que precisa:

Um atacante reserva, para suprir eventuais ausências dos titulares Cameron Jerome e Cristián Benítez. Vale lembrar que dinheiro o Birmingham tem, pois foi comprado, em agosto desse ano, pelo empresário Carson Yeung.

Se sobrar dinheiro...
Um meia central, para o lugar de Lee Bowyer.

Nomes especulados:
Charles N'Zogbia (Wigan) e Ryan Babel (Liverpool).


Blackburn - 13º colocado

O que precisa:

Quarto pior ataque da Premier League, um atacante matador faz-se necessário, já que Di Santo, Kalinic, McCarthy e Jason Roberts, os quatro principais jogadores de frente, não se mostram esse jogador.

Se sobrar dinheiro...
Um zagueiro melhor que Ryan Nelsen cairia bem.

Nomes especulados:
James Beattie (Stoke City), Stuart Holden (Houston Dynamo-EUA) e Ben Arfa (Olympique de Marseille-FRA)


Bolton - 18º colocado

O que precisa:

Fora um treinador, já que Gary Megson foi demitido, um zagueiro seria bem-vindo. Gary Cahill é um bom jogador, mas seu parceiro Zat Knight não é jogador de Premier League.

Se sobrar dinheiro...
Com um ataque que até se vira bem - mais gols que o oitavo colocado Birmingham -, o Bolton precisa de um meia armador pelo centro, coisa que nem Cohen e nem Muamba são e serão.

Nomes especulados:
Matthew Kilgallon (Sheffield United), James Beattie (Stoke City) e Scott Brown (Celtic-ESC).


Burnley - 14º colocado

O que precisa:

Difícil dizer só uma posição, mas o setor defensivo parece o mais dramático, com uma média exata de dois gols sofridos por partida. Um zagueiro faz-se necessário, seja pro lugar de Caldwell ou de Carlisle.

Se sobrar dinheiro...
Um parceiro de meia central para o capitão Graham Alexander.

Nomes especulados:
Yazid Mansouri (Lorient), Matthew Kilgallon (Sheffield United) e Andy Lonergan (Preston).


Chelsea - 1º colocado

O que precisa:

Ao contrário do Burnley, difícil dizer algo que falte aos Blues. Como perdeu dois volantes para a Copa Africana de Nações (Essien e Obi Mikel), talvez seja essa a posição de maior carência.

Se sobrar dinheiro...
Dinheiro vai sobrar, afinal, há um Roman Abramovich no comando. Como Anelka ainda não se recuperou totalmente de lesão, um atacante pode ser bem-vindo também, já que Drogba e Kalou também estão na África.

Nomes especulados:
Sergio Agüero (Atlético de Madrid-ESP) e Franck Ribéry (Bayern de Munique-ALE)


Everton - 11º colocado

O que precisa:

Atacantes. Saha é o mais confiável tecnicamente, mas convive com lesões, tal qual Yakubu. Jô, que até vinha jogando bem, resolveu jogar tudo fora ao vir para o Brasil sem autorização e foi suspenso.

Se sobrar dinheiro...
A zaga é outro setor com constantes problemas físicos, com Yobo e Jagielka assíduos frequentadores do departamento médico dos Toffees. De imediato, um zagueiro para o lugar de Lucas Neill seria bom.

Nomes especulados:
José Antonio Reyes e Maxi Rodríguez (Atlético de Madrid-ESP), Philippe Senderos (Arsenal) e Manuel Fernandes (Valencia-ESP).


Fulham - 9º colocado

O que precisa:

A princípio um atacante, mas tornou-se urgente um lateral direito, após a grave lesão do titularíssimo ganês John Pantsil, excluído da Copa Africana de Nações. Seu reserva nos Cottagers, Stephen Kelly, não inspira confiança.

Se sobrar dinheiro...
Aí, sim, um parceiro para Bobby Zamora no ataque, ainda mais tendo um complicadíssimo duelo diante do Shakhtar Donetsk na Liga Europa.

Nomes especulados:
Maxi Pereira (Benfica-POR), Okaka-Chuka (Roma-ITA), Adam Johnson (Middlesbrough) e DaMarcus Beasley (Rangers-ESC).


Hull City - 19º colocado

O que precisa:

Outro que é difícil apontar apenas um setor. Por ter a segunda pior defesa, zagueiros fazem-se necessários.

Se sobrar dinheiro...
Um atacante. Os artilheiros do time são Stephen Hunt e Geovanni (5 e 3 gols), que são meias atacantes. Vennegoor of Hesselink é o atacante com mais gols, balançando a rede duas vezes.

Nomes especulados:
Benjani Mwaruwari e Felipe Caicedo (Manchester City).


Liverpool - 7º colocado

O que precisa:

Fulcralmente de um atacante para, no mínimo, ser reserva de Fernando Torres, ainda que o ideal seja trazê-lo para ser seu parceiro de ataque.

Se sobrar dinheiro...
A zaga é onde Rafa Benítez precisa pensar com carinho, já que Carragher e Agger já não passam a segurança de outros tempos, especialmente o inglês.

Nomes especulados:
Ruud van Nistelrooy (Real Madrid-ESP), Eljero Elia (Hamburg-ALE), Maxi Rodríguez (Atlético de Madrid-ESP), Juan Mata (Valencia-ESP) e Emile Heskey (Aston Villa).


Manchester City - 5º colocado

O que precisa:

A dupla de zagueiros Kolo Touré e Lescott é forte, mas o marfinense está na Copa Africana de Nações e o inglês lesionado, e Onuoha ainda não mostrou confiança necessária pra ser titular.

Se sobrar dinheiro...
Dinheiro vai sobrar pra comprar mais uns seiscentos jogadores, mas outra posição carente é a lateral esquerda, com o titular Wayne Bridge lesionado, dando lugar a Sylvinho que, até aqui, não convenceu.

Nomes especulados:
Giorgio Chiellini (Juventus-ITA), Ivan Cordoba (Inter de Milão-ITA), Simon Kjaer (Palermo-ITA) e Daniel Carriço (Sporting-POR).


Manchester United - 2º colocado

O que precisa:

Zagueiros. Foi melancólico ver os Devils jogando com Carrick e Fletcher na defesa, por ter simplesmente todos da posição lesionados.

Se sobrar dinheiro...
Um goleiro, pois viria tanto para ser o sucessor de Van der Sar - atualmente afastado por lesão e problema de saúde de sua esposa - quando o holandês se aposentar, quanto pra já ser titular, no lugar do inconstante Kuszczak.

Nomes especulados:
Igor Akinfeev (CSKA Moscou-RUS), Hugo Lloris (Lyon-FRA), Simon Kjaer (Palermo-ITA), Gary Cahill (Fulham) e Bruno Alves (Porto-POR).


Portsmouth - 20º colocado

O que precisa:

Antes de mais nada, sanar suas dívidas com outros clubes, senão está proibido de contratar. Depois, pagar os três meses de salários atrasados a jogadores e funcionários do clube. Supondo que tudo isso aconteça, meias ofensivos seriam bem-vindos, já que defensivos há alguns de boa qualidade.

Se sobrar dinheiro...
Frase engraçada, mas vamos lá. Um companheiro de zaga para Kaboul seria interessante, já que Marc Wilson e especialmente Ben-Haim são fracos.

Nomes especulados:
Júlio Baptista (Roma-ITA).


Stoke City - 12º colocado

O que precisa:

Poder ofensivo, já que é o pior ataque da Premier League, mesmo ocupando a 12ª posição - o que mostra que a defesa funciona. James Beattie é bom jogador, poderia fazer uma dupla interessante com Tuncay, mas estranhamente não é titular.

Se sobrar dinheiro...
Um meia direita melhor que Liam Lawrence, pois no flanco esquerdo há o bom Etherington.

Nomes especulados:
Marlon Harewood (Aston Villa), Andrew Carroll (Newcastle) e Kenwyne Jones (Sunderland).


Sunderland - 10º colocado

O que precisa:

Zagueiros melhores que Nosworthy e Paulo da Silva e que se lesionem menos que Anton Ferdinand e Michael Turner.

Se sobrar dinheiro...
Um lateral direito pro lugar de Phillip Bardsley. Se arrumar a defesa, o Sunderland tem boas chances de embalar, pois do meio pra frente há bons jogadores, como Steed Malbranque, Kieran Richardson, Lorik Cana, Kenwyne Jones e, especialmente, Darren Bent.

Nomes especulados:
Adam Johnson (Middlesbrough), Danny Simpson (Manchester United) e Maynor Figueroa (Wigan).


Tottenham - 4º colocado

O que precisa:

Difícil encontrar brechas no ótimo elenco dos Spurs. Um zagueiro poderia fazer bem, já que Ledley King, Woodgate e Michael Dawson são chegadinhos numa lesão.

Se sobrar dinheiro...
Um goleiro reserva seria interessante, já que o italiano Carlo Cudicini segue sem previsão de volta, após sofrer um grave acidente de moto.

Nomes especulados:
Sandro (Internacional-BRA), Scott Parker e Matthew Upson (West Ham) e David James (Portsmouth).


West Ham - 17º colocado

O que precisa:

Um atacante, já que Carlton Cole enfrenta problemas físicos e Guille Franco não parece ser opção confiável.

Se sobrar dinheiro...
Um lateral direito, pois o meia Faubert apenas quebra galho na posição.

Nomes especulados:
Adriano (Flamengo-BRA) e James Beattie (Stoke City).


Wigan - 16º colocado

O que precisa:

Precisa parar de levar goleada, antes de mais nada, pois já é a pior defesa da competição. E, para isso, um zagueiro pra ser titular, no lugar de Boyce ou Bramble, seria interessante.

Se sobrar dinheiro...
Um centroavante, pois Rodallega não é jogador de ficar na área, ainda que seja o artilheiro do time na temporada.

Nomes especulados:
Michael Ball (sem clube), Waldo Ponce (Vélez Sarsfield-ARG) e Jackson Martínez (Independiente Medellín-COL).


Wolverhampton - 15º colocado

O que precisa:

É o segundo pior ataque da Premier League. Havia muita esperança sobre Ebanks-Blake, mas até agora o único atacante que se salva é Kevin Doyle. Um parceiro de ataque seria interessante.

Se sobrar dinheiro...
Um meia pela direita pro lugar de David Edwards e Foley.

Nomes especulados:
Adam Johnson (Middlesbrough), Craig Gardner (Aston Villa) e Niall McGinn (Celtic-ESC).

6 comentários:

Lucas de Oliveira disse...

Ah meu tottenham, sera que vamos continuar no G4 tomara. pena que perdemos o lennon por um tempo. Tomara que supramos a falta dele.

Ja coloquei o seu blog nos meus parceiros, valeu.
O meu é http://futebolfrmula1eetc.blogspot.com/

Obrigado, grande abraço!

Equipe Esporte é Vida disse...

Gostei bastante do blog, realmente é uma referência quando se trata de futebol inglês.

Essa janela de transferências será movimentadíssima, muitos times necessitam de contratações, como o Arsenal no ataque, o Liverpool (que mesmo sem dinheiro, deve negociar alguns empréstimos) e outros times que precisam compor seus elencos, como Tottenham, Aston Villa e etc.

O caso do Portsmouth parece mesmo destinado a restrição as transferências, já que as dívidas não foram quitadas. Resultado: O'Hara, titular do Pompey, volta ao Tottenham ainda este mês.

Já adicionei o blog aos sites amigos do meu!

link: http://esporteeevida.blogspot.com

Abraço!

Vinícius Franco disse...

Excelente post.

E o Liverpool realmente precisa de uns bons reforços. E tem que ter cuidado com essas "apostas" do Benítez de vingam de vez em nunca...

Stéfano disse...

Post sensacional. Completo e perfeito. Parabéns!

Fernando Gonzaga disse...

perfeito sua análise meu amigo...

o arsenal e o manchester mesmo, parecem dois hospitais, da quantidade de jogadores lesionados...e o Liverpool precisa urgente qualificar seu grupo...o chelsea vai sofrer com a copa africana e por aí vai...

abraço!!!

Filipe Lima disse...

Ótima análise. Gostei muito, parabéns!

A meu ver, há um risco em contratar jogadores pensando em reposições referentes à Copa Africana de Nações: quando a CAN termina, os elencos estão inchados.

Há de se pensar em reposições de modo consciente. Se não, de fevereiro em diante, vira uma bagunça.

Abraços!