sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Notícias: Bolton anuncia Coyle; Ônibus de Togo é alvejado; Liverpool dispensa dois jogadores



Owen Coyle é o novo técnico do Bolton

Muito se especulou, mas somente nesta sexta o Bolton em seu site oficial confirmou que Owen Coyle, ex- Burnley, é o novo treinador da equipe. O técnico chega com a missão de substituir Gary Megson no comando dos The Trotters.

Em entrevista ao site oficial do clube, Coyle afirmou que "está absolutamente deliciado por voltar ao Bolton". O treinador defendeu as cores do clube entre 1993 e 1995, como jogador.


Dossena deixa Liverpool e acerta com o Napoli; Voronin é negociado com clube russo

Andre Dossena não é mais jogador do Liverpool. O jogador rompeu com o clube inglês e assinou um contrato de quatro anos com o Napoli.

Dossena, de 28 anos, em sua passagem pelos Reds marcou apenas dois gols em 30 jogos.

"Estou feliz por poder vestir a camisa do Napoli. E por ter escolhido um lugar de grande prestígio com grandes planos", disse o lateral-esquerdo ao site do clube italiano.

Outro jogador do time envolvido em transferência é o ucraniano Andriy Voronin. O site oficial do clube afirmou ter aceito uma proposta de 2 milhões de euros do Dynamo Moscou, faltando agora apenas o acerto entre o clube russo e o atacante.

A passagem de Voronin não deixará saudades: foram 27 jogos desde julho de 2007, com apenas 5 gols marcados.


Ônibus da seleção do Togo é metralhado

A delegação togolesa, que se encontra em Angola para a disputa da Copa Africana de Nações, foi alvejada por terroristas do país-sede enquanto cruzava a tensa região de Cabinda, na fronteira entre o Congo e a República Democrática do Congo. Segundo informações, houve intensa troca de tiros por cerca de vinte minutos, com os jogadores se escondendo sob os bancos. O motorista não sobreviveu.


As informações não são ainda 100% corretas, mas dois jogadores teriam sido baleados: o goleiro Kodjovi Obilale, com um tiro na perna, e Serge Akakpo, atingido no abdôme.

Segundo o site do Manchester City, Emmanuel Adebayor não está ferido. O site do Aston Villa também confirmou que o meia Moustapha Salifou está bem. São os únicos jogadores da Premier League na delegação togolesa.
Abraços a todos, André Renato e Jessica Corais

Um comentário:

Vinícius Franco disse...

Dossena e Voronin realmente não mostraram no Liverpool pra que vieram. Principalmente o lateral-esquerdo, que teve uma passagem pífia por Anfield.


E quanto ao caso Togo: é lamentável. Total irresponsabilidade da CAF colocar jogos para serem disputados numa região conflituosa.
Agora Togo ameaça deixar a CAN e com razão.